Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR. Portanto assim diz o SENHOR Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o SENHOR. E eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão. E levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o SENHOR. (Jeremias 23:1-4)” Deus criou você para ser uma estrela com sua própria grandeza, executando o potencial que Ele mesmo lhe deu. E Deus me enviou à terra com uma missão. Só Ele pode me deter, os homens nunca poderão. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Esse blogger tem como objetivo trazer ao público interessado uma verdadeira meditação sobre o que realmente tem levado centenas de pessoas a não irem mais a Igreja. Nosso objetivo é buscar respostas através de cada opinião aqui registrada.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

PROFECIA PARA OS REMANESCENTES DE HOJE!




“Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele. O que é já foi, e o que há de ser também já foi; Deus fará renovar-se o que se passou.” (Eclesiastes 3:15-16) Amados é tempo de renovação, passamos por diversas situações em nossa vida, umas boas, outras mais difíceis e complexas. Mas Deus, o criador, sempre está pronto para ouvir, consolar, prover o escape necessário aqueles que o amam, os que realmente o reconhecem como Senhor de suas vidas. Salomão nos traz a memória que tudo que Deus faz é para sempre, e que nós não devemos acrescentar nada e nem tirar coisa alguma, não temos poder para tal ação. Esse Deus, que é único e soberano, exige daqueles que o servem, que o adoram em Espírito e em Verdade, apenas temor, respeito, consciência, e que o sirva sem restrições, tem que ser uma entrega absoluta. Salomão diz: “tudo que se passou até aqui já foi, que tudo que há de ser na vida de cada um também já foi, mesmo sem ter acontecido, e finaliza afirmando que Deus fará renovar-se tudo que passou. Diante dessa afirmação se faz necessário e obrigatório ouvir a voz do Pai que nos diz: “Geração de verdadeiros adoradores, aqueles que não vivem segundo o julgo ou julgamento do homem comum, e sim que creem na misericórdia absoluta de um Deus fiel, que não condena, e sim, que mostra o caminho do evangelho genuíno, sem falsa moralidade exercida em nosso meio. A todos que buscam uma intimidade verdadeira, única, e sobrenatural assim diz o Senhor: “Meu filho, o teu coração me ama profundamente. Estou trazendo para tua vida uma confusão exterior, pois preciso secar todas as tuas ambições, todas as esperanças que no passado estavam enraizadas na tua alma. Estou sacudindo em tua vida tudo o que possa ser sacudido. Vou tirar de ti tudo o que Eu não possa receber. Vou exigir de ti aquilo que não poderias encontrar na carne, na alma ou na terra. Encontrarás a tua vida completa somente no Meu Reino. Ao tirar todas as ambições e impulsos da tua alma, tudo aquilo que brota de fonte contrária a Mim, então Eu darei o ministério do amor do meu coração. Tu precisas colocar o Meu Reino dentro do teu espírito, separando assim a tua alma, e no teu espírito encontrará a verdadeira vida. Eu te asseguro meu filhinho, que colocarei o meu amor sobre ti. O meu amor constante não pode falhar. Dentro do teu espírito colocarei a essência do meu reino, e onde quer que fores, guiarás os meus filhos para mim mesmo, guiando-os para dentro do meu aprisco. Meu filhinho, a minha Noiva pertence somente a Mim. Eu não posso repartir a minha glória com quem quer que seja. Nenhuma ambição, nenhum propósito e desejo interno, poderá ser tolerado além de Mim mesmo. Tu me pertence, Eu te procurei, te encontrei, e te controlarei, e tu serás só e exclusivamente Meu. Então sararei as chagas da tua vida, te darei aqueles desejos inexprimíveis que tu não podes e nem deves compartilhar com os que não são identificados com essa visão celestial que te dou. Colocarei em teu coração meus segredos, em tua mente os meus pensamentos, e serei para ti um amigo mais chegado que irmão. A minha glória, a minha honra, o meu poder pertencem ao meu Reino. Eu não repartirei com qualquer outro Reino. Tu és precioso, e Eu vou cortar em ti, tudo do teu passado que não foi edificado em Mim, e te darei uma vida, o ministério do Meu coração, o meu próprio amor, Assim diz o Senhor.” O apóstolo Paulo nos diz na carta aos Filipenses 4:8 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Sejam esses pensamentos que ocupem nossas mentes meus irmãos, vamos buscar através da oração, o que o Senhor nosso Deus tem preparado para cada um, segundo a sua graça. Na carta aos (Romanos 12:1-3) “1... ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional...(precisamos oferecer nossa vida ao Pai em obediência, fidelidade, confiança absoluta, buscá-lo em oração, entrega de jejum, e consagração total a Deus, com ações de graças constantemente). 2... E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus... (a vontade de Deus é que seu povo abandone o orgulho, cobiça, egoísmo, rebeldia, arrogância, parando de dar total lugar ao seu “eu interior”, esquecendo-se de seu criador, amados só há um Deus, digno de toda adoração e louvor, busque-o e saberá qual a vontade Dele para sua vida, e creia que ela é boa, agradável e perfeita). 3... Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um...(estamos diante muitas vezes de dois pensamentos extremos, uns crêem que sabem tudo e discernem todas as coisas, outros se sentem tão pequenos e insignificantes, e se acham incapazes de compreender qualquer assunto, principalmente em relação a Palavra de Deus. Para avaliar seu potencial, tenha como base sua identidade em Cristo, Ele é o teu maior valor nesse mundo, Ele é teu Mestre, e usa o seu Espírito para te ensinar. É hora de assumir sua capacidade, de utilizar os padrões de Deus para obter sucesso em tudo que for realizar sobre a terra. O que Deus fala através da sua boca pode não ser a mesma palavra que outra pessoa, porem se há virtude, e o que é discernido provém da boca do Pai, ambos falarão a mesma linguagem, com resultados idênticos). Que o Senhor na beleza da sua formosura te cubra de paz, graça e amor todos os dias da tua vida, e que você o busque sem demora. É chegada a hora de crescer em conhecimento e poder de Deus. Graça e paz sobre tua vida meu irmão, com amor, da parte de Deus e seu Filho Jesus, e os que buscam por uma palavra viva genuína e eficaz, Pregador Maurio Maciel, está com sede de uma palavra que sacie seu espírito, e fome do alimento que vem do trono do Pai? Junte-se a nós (Comunidade Profética Ministério Vida de Brasília). Deixe seu comentário, caso deseje uma oração, uma visita, ou uma palavra edificante, nos envie um e-mail para cpmvbrasilia@gmail.com. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail:pregador2007@gmail.com Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail:pregador2007@gmail.com

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

A fé do centurião



“E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe, E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado. E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde. E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar. Pois  também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz. E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé.  Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus; E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou.” (Matues 8:5-13)



Antes de comentarmos esse momento marcante do novo testamento, vamos esclarecer alguns pontos.
Precisamos saber que um centurião era um comandante oficial do exército romano. Eles controlavam 100 soldados, eram os mais odiados pelos judeus devido ao controle político-econômico, da opressão e zombaria que infligiam a Israel. Por ser tido como superior, em momento algum vimos o centurião colocar algum obstáculo para se aproximar de Jesus. Ele poderia ser impedido pela dúvida, orgulho, poder, etnia, dinheiro, auto suficiência, mas em momento algum ele pensou nisso. Simplesmente foi sem ligar para o que pensariam dele.
Jesus entra em Cafarnaum, aquele centurião romano vai imediatamente ao encontro de Jesus e lhe pede um favor. Imediatamente Jesus se surpreende com a convicção de fé daquele homem e também com sua humildade. Jesus faz o povo reconhecer que a fé daquele homem envergonhava a devoção exagerada de muitos líderes religiosos judeus. E, então, aproveita a oportunidade para exortar os judeus dizendo que muitos seriam excluídos do seu Reino devido a falta de fé Nele, Jesus Cristo!
O problema maior dos judeus é que eram arraigados a suas tradições religiosas. Não aceitavam que Jesus era o Messias. Nos dias de hoje, vemos isso acontecer dentro do nosso meio cristão. Há tantos religiosos – pessoas que creem mais em seus bens, em campanhas, corretes, panos, sal, lenços, copo com água, crucifixos, rosas, e tantas outras coisas mais.
Amados, Jesus ao vencer na cruz, levou sobre si toda a responsabilidade tanto de perdoar como de abençoar, porém, muitos líderes tem ensinado que Deus em Cristo Jesus é obrigado a dar o que as pessoas querem e, se fizerem esses rituais ou levar pra casa esses diversos símbolos, estarão mais protegidos e esse ato fará com que Deus se incline para elas e abra as portas e ponto. Em minha opinião, vejo isso como ignorar o poder de Deus. Creio que os discípulos, e em especial o apóstolo Paulo, não veriam diferença alguma com relação ao que presenciaram em seu tempo entre os gentios. A palavra de Deus diz: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.” (2 Crônicas 7:14-15)
Aquele centurião não fez campanha, não pegou rosa, não tomou um copo com água e bebeu para que seu criado fosse curado.  Ele foi direto a fonte, foi a Jesus, a fonte de vida. Ele se aproximou daquele que pode todas as coisas, buscou estar na presença de Cristo, em frente a todos, e apenas rogou pela cura do seu criado.
Vimos que em momento algum Jesus hesitou em ajudá-lo. Prontamente disse: Eu irei e lhe darei saúde!
Nesse momento a fé daquele homem é selada, não pelo fato de achar indigno de receber Jesus em sua casa, mas por crer fielmente que bastava uma palavra sair da boca de Jesus, e independente de tempo, distância ou espaço, a palavra de Jesus se faria verdade na vida do criado dele que estava enfermo. Isso me faz lembrar o nosso irmão Isaías quando disse: “Assim será a minha palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” (Isaías 55:11). Quando Jesus fala, as coisas acontecem, mas precisamos crer.
No mundo passaremos aflições, problemas, dores, perdas, mas também, alegrias, conquistas, curas, bênçãos maravilhosas e graças. Precisamos ter como absoluta verdade que nada se faz sem a vontade de Deus!
Busque crescer na intimidade com o Pai e seu filho Jesus, e você se tornará uma pessoa mais forte frente a todo problema que lhe aparecer. Sua confiança será tamanha que nada irá lhe abalar.
Procure a Cristo, vá até Ele, creia e peça o que tanto precisa e, se for da vontade do Pai, Jesus te concederá, tenha certeza. Busque a paz e assim você passará por qualquer situação. Terá em Cristo a certeza de que nada poderá abalar a sua fé, aprenderá que Jesus é o único capaz de te capacitar frente a toda luta e Ele te dará as estratégias necessárias para lutar, vencer e conquistar cada um dos seus desejos, segundo a vontade dEle para sua vida!
Com amor do Pai e Cristo Jesus, Pr. Maurio Maciel.
Agenda aberta, contato pelo cpmvbrasilia@gmail.com 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

É preciso retirar a capa


“Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.” (Marcos 10:46-47)
Em Marcos 10:46 mostra a vida de Bartimeu, um cego que sonhava chegar diante do Senhor Jesus e ter a visão restaurada. Com certeza ele conhecia a palavra de Deus, conhecia o velho testamento, sabia que Isaías havia comentado sobre a vinda de Jesus, e que o Messias seria O seu milagre, o Novo Testamento, porque Jesus passaria perto dele.
“Com isso logo creu na oportunidade de estar próximo de Jesus e ser curado, então se pôs a clamar da seguinte forma: “Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim!”. Percebemos que, neste clamor, não havia palavras de cobrança, e nem de revolta. Tem gente que chega para Deus com palavras que O colocam contra a parede, e esse clamor é ineficaz.”
Primeiramente devemos entender que Deus não deve nada para ninguém. Consequentemente, não somos merecedores de receber nada d’Ele. Em segundo lugar, saiba que vivemos pela graça do Senhor, o que significa um favor imerecido. Pelo sangue de Cristo derramado, temos acesso a Deus mas não somos merecedores de algum benefício. Por isso, temos que chegar diante do Senhor com o coração limpo e implorando pelo milagre. E foi exatamente isso que Bartimeu fez. No entanto como está no versículo 48, havia um grande impedimento do clamor desse homem, porque a multidão que se achava pedia que ele se calasse. (Esses eram os que desanimavam os seguidores de Jesus, e o pior e que eram pessoas que O conheciam). Quando diziam que era para ele se calar, eles atrapalhavam Bartimeu de APROVEITAR SUA ÚNICA OPORTUNIDADE. Eles estavam tentando impedi-lo de ser abençoado. Ele não desistiu do se objetivo, porque ele clamava, mais alto.
Irmão(ã), ignore as barreiras. Existem pessoas que logo no primeiro empecilho que encontra pela frente já desiste, ou dão ouvidos aos destruidores da fé, e geralmente conhecem a Jesus. Aprenda a não desistir. Não olhe para a dificuldade, mas olhe para o alto e intensifique o seu clamor.
“Parou Jesus e disse: Chamai-o. Chamaram, então, o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama, Ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. Marcos 10:50″ (Marcos 10:49,50). A capa que ele usava representava muita coisa, era sua segurança, proteção contra chuva, contra o frio, representava sua vida de miséria, e ele através do seu ato de fé ao lançar fora sua capa estava deixando tudo isso pra trás. Naquele momento era tudo ou nada, a capa ligava Bartimeu aquela vida sem perspectiva, isolada, medíocre, e ele queria abandonar toda sua ligação com o passado. Para alguns a capa pode representar tudo que nos liga ao mundo.
“Você não pode ter a capa e Jesus ao mesmo tempo, precisa tomar uma decisão a quem seguir. Tomar a decisão de abandonar tudo aquilo que te custa, que te prende a uma vida mundana, não é fácil, mais é possível. Ter uma vida de cegueira espiritual, uma vida de favores, sendo escravo do mundo não é opção para quem já ouviu falar de Jesus.”
Ele tinha que tirar a capa, porque era o que o impedia de ficar mais próximo de Deus. Todos nós temos uma capa. Você sabe qual é a sua?
A capa pode ser muitos sentimentos humanos, como o ódio, egoísmo, complexo, ressentimentos ou algo que muitas vezes fazemos que nos distancia de Deus. Este homem citado, sem Jesus falar nada, tirou a capa (teve ATITUDE), para receber seu milagre. Sua capa é o que muitas vezes te faz ficar distante da bênção, precisa ser retirada.
Talvez você não tenha força para tomar algumas decisões, mas peça força e ajuda para Deus. Examine-se a si mesmo veja o que precisa deixar. Esse homem teve forças para retirar a capa e imediatamente teve a sua porta aberta. Bartimeu foi curado, e passou a seguir Jesus, O qual disse a ele: a tua fé te salvou, ou seja, pronto já tens o que queres. E Bartimeu cheio de gratidão, seguiu o Mestre.
Talvez você como este homem precise ser curado espiritualmente para receber as bênçãos de Deus. Ele queria uma porta aberta em sua vida e reconheceu que precisava retirar aquela capa, por isso Deus o ajudou. Peça também a ajuda do Senhor e hoje mesmo encontrará as portas abertas do teu milagre.
Com amor do Pai e Cristo Jesus, Maurio Maciel.

sábado, 1 de outubro de 2016

DA ÁGUA PRO VINHO



"E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? (Atos 9:3,4 e 5)"

O apóstolo Paulo a caminho de Damasco teve um encontro com Cristo que mudou a história de sua vida. Quando seguia os discípulos de Jesus seu nome era Saulo, homem temido, determinado, corajoso e ousado; essas qualidades do futuro apóstolo faziam parte da estratégia de Deus com relação aquele que se tornaria o maior evangelista de todos os tempos. Podemos ver que quando Jesus interrompe a viagem de Saulo no meio do caminho, imediatamente podemos ver que Saulo chama a Jesus de Senhor, treme na presença do Senhor e imediatamente obedece a ordem que lhe foi dada (Atos 9:4,5,6 e 7). Estando Saulo 3 dias sem ver, a palavra diz que ele não comeu nem bebeu (Atos 9:9), Saulo poderia sim se alimentar e beber água, mais ele inicia ali um jejum de 3 dias que foi essencial para sua intimidade com o Pai.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

A CONVICÇÃO INABALÁVEL DE PAULO


"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28.

O apóstolo Paulo tinha uma convicção em seu coração, de que todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus. Ele deixa claro que o resultado de sua experiência de andar com Cristo diariamente; mesmo passando por grandes tribulações, provações, perseguições e tentações, fazia dele um homem de Espírito inabalável.
A convicção do nosso irmão Paulo, de possuir uma fé inabalável, não era uma mera possibilidade e sim a certeza absoluta e indestrutível de que Jesus sempre esteve ao seu lado e estará para todo sempre até o porvir quando todos nós, juntamente com ele veremos o Filho de Deus face a face. Para Paulo essa convicção de fé, é algo verdadeiro, real e inquestionável. A presença do Filho de Deus em nós é que traz esta convicção em nossos corações, como está escrito II Timóteo 1;12 “Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia.”
A vitória dos que estão em Cristo Jesus não é algo que imaginamos, sonhamos, ou almejamos; é sim algo concreto, verdadeiro, confiável e absolutamente garantido. Jesus nos garante a vitória, somente a ELE pertence toda autoridade no céu e na terra como está escrito em Apocalipse 17:14 “Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis”. Essa convicção inabalável de Paulo, não se trata de uma hipótese, mas de o fato de suas experiências vividas na alma, na carne e no espírito; que geraram inúmeros desafios para servir a Cristo com fidelidade independente do que sobrevinha a sua frente. A fé em Jesus não lida com hipóteses, mas com fatos reais. Nosso triunfo não é uma vaga esperança, e sim a certeza inabalável. II Coríntios 2:14 diz: “E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento.” E Hebreus 11:1 “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.”
No mundo em que vivemos cercados de incertezas, promessas vazias ditas ao vento, mentiras e hipocrisias que se misturam em nosso meio, devemos buscar em Cristo a sã doutrina que Paulo menciona ao seu discípulo Timóteo na segunda carta, capítulo 4 verso 3 que diz: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências”. Amados, devemos buscar com Cristo por fim as crises existenciais e emocionais através de nossa convicção de fé, crendo sempre na fidelidade de Deus e que a Sua palavra é o nosso guia para uma vida estável e sadia. Nossa convicção não é subjetiva, mas objetiva e real. Não andamos cegos pelo mundo, e sim enxergamos com os olhos da fé naquele que morreu por nós e prometeu estar conosco até a consumação dos séculos, como está escrito no livro de Mateus 28:20 ”Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Jesus é o objeto único e absoluto da nossa fé, Ele é o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Senhor dos Senhores, o Rei dos reis; Nossa fé é firmada em Deus nosso Pai, somente Ele é a verdade. Jesus é a verdade absoluta, que liberta, Ele é a verdade eterna. A suposta segurança deste mundo é uma grande farsa; sem Deus não existe firmeza, equilíbrio solidez, estabilidade; a pessoa sem Jesus caminha para o abismo eterno. A convicção inabalável de todos que seguem e servem Jesus Cristo, e que hoje são chamados de lavados e remidos, e que também em Cristo foram justificados, santificados pelo que fez na cruz, é que mesmo passando pelas provações, tentações, problemas, dificuldades, todos tem a certeza em seu coração da plena salvação e vida eterna, como Paulo nos fala em Romanos 10:9 e 10, “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Romanos 8:28.
A fé inabalável vai além de nossos problemas cotidianos. A Fé cristã convive com os problemas, com as tensões, com as provações, com as perseguições, como está escrito em II Coríntios 4:8 e 9. Disse Jesus no livro de João 16:33 “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”Deus em momento algum nos promete uma vida sem lutas, problemas, mas nos garante a vitória sobre esse mundo e tudo que nos sufoca.

Deus nos ama e deu seu único Filho para morrer por nós, essa é a maior prova de amor da parte do Pai para com a humanidade, que eu e você possamos passar a diante essa palavra viva e eficaz que é a palavra de Deus, e assim crer que muitas vidas sejam alcançadas para salvação por intermédio da fé em Cristo Jesus. A todos com amor da parte do Pai e Cristo Jesus nosso Senhor, salvador e consumador da nossa fé.

Deixe seu comentário e divulgue esse blog para edificação de muitos. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail: palestrante2007@gmail.com

quarta-feira, 20 de julho de 2016

PASTOR AMPLIA A TUA TENDA


“Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; e a tua descendência possuirá os gentios e fará que sejam habitadas as cidades assoladas. (Isaías 54 2,3)”

Nosso irmão, o profeta Isaías, mostra-nos neste texto com clareza uma ordem dada por Deus que é “tomar uma atitude e agir”. Ampliar o lugar, estender as cortinas, alongar as cordas e fixar as estacas, significa em nossos dias, ter visão de águia, enxergar longe e sonhar na total dependência de DEUS. Esse texto nos leva a uma reflexão sobre como agir em relação ao crescimento da igreja. Isaías está tratando não só de crescimento, mais também de se fixar em um lugar para quer a igreja que é o corpo de Cristo sobre a terra, cresça para todos os lados e transborde em graça, misericórdia, compaixão, e por intermédio da pregação do evangelho pessoas sejam salvas, lavadas e remidas pelo sangue de Jesus. Quando um líder busca no Senhor uma resposta para crescimento da igreja que Deus lhe confiou, o Pai certamente responde e ao mesmo tempo dá estratégias para que de uma forma vitoriosa e objetiva alcance a meta dada por Deus.
Todos os que crêem em Cristo fazem parte de um corpo justificado no amor de Cristo, e esse corpo é totalmente dependente da graça transbordante do Pai. Amados fomos justificados em Cristo e para Cristo, mas não para ficarmos parados, mas sim, para sermos testemunhas do poder transformador de Cristo e sermos atalaias, sentinelas do Reino de Deus. Muitas vezes, anelamos pela presença de Deus, e ocorre que algumas pessoas se direcionam para a religião, para o conformismo, e assim levados a copiar o que certos homens fizeram para assim tentar achar o Reino de Deus. Querer copiar os feitos de outros não levará você a chegar onde Cristo deseja te levar, isso tem que mudar.
Jesus falou que faríamos obras maiores que as d´Ele (João 14:12),o Apóstolo Paulo disse que “não devemos nos conformar com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. para que possamos viver a boa ,perfeita e agradável vontade de Deus(Romanos 12:2)”.
De outra forma, Isaías 54:2 “a Igreja, que é o corpo de Cristo, a Noiva, tem que buscar algo mais de Deus, pois esse é o desejo do Pai”. O Senhor quer nos revelar "as coisas grandes e ocultas que não sabemos" (Jeremias 33:3), pois somente assim Ele poderá transformar tudo em nossos corações. Não tema o que Deus quer que você seja, Ele quer permitir que seu coração tome proporções tão grandes que possa gerar os sonhos de Deus, Jesus Cristo quer que sua mente idealize o Reino de Deus.
Amado, deixe Deus trabalhar em seu espírito, alma e coração, busque Sua vontade e seja um humilde servo de Deus, pois somente assim Ele poderá te usar para alargar as tendas do SEU reino através da igreja que Deus te entregou.
Pastores Ele quer te usar para ampliar, estender, alongar e fixar seu evangelho. Ele quer usar todos do corpo para evangelizar nas praças, nas escolas, nos hospitais, esquinas, em sua casa e até mesmo em sua congregação.
Você que acabou de ler esse artigo tenha certeza de uma coisa, “O DEUS TODO PODEROSO QUER TE USAR!” Com amor da parte do Pai e de nosso Senhor Jesus Cristo, seu irmão e servo em Cristo Pregador Maurio Maciel.

Deixe um comentário, e divulgue essa mensagem e o blog para edificação de outros e para conhecimento da palavra de Deus aos que não conhecem o evangelho de Cristo. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail: pregadormauriomaciel@gmail.com

sábado, 9 de julho de 2016

A VERDADEIRA IGREJA COMO CORPO SOBRE A TERRA


“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, e perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. (Atos 2:38 a 47)”.
Ser igreja não é apenas reunir um grupo de pessoas ou uma multidão dentro ou fora de um templo feito por homens, creio que a Igreja dos nossos tempos se desviou de tal maneira da verdadeira igreja ao que o texto acima se refere que os freqüentadores estão perdidos, sem saber para onde ir ou o que fazer como parte integrante e fundamental da obra de Deus. Creio em uma Igreja cheia da presença e amor de Deus, uma igreja compromissada com as boas novas que Jesus pregou. Creio em um corpo que segue a Cristo com sinceridade no coração, um povo que prega o arrependimento, o batismo, a salvação por intermédio de Jesus e não de homens. A doutrina que devemos seguir é a dos apóstolos, essa foi ensinada pelo Filho de Deus enquanto estava conosco. Precisamos pregar a palavra genuína, para que haja por parte daqueles que se convertem a Cristo o temor verdadeiro em seus corações, não por imposição mais sim por serem cheios do Espírito Santo. É necessário a presença do amor do Pai para que aja o desejo constante de estar juntos, em orações, suplicas, no partir do pão, no desprendimento solidário de pregar o evangelho onde quer que se esteja. A igreja que creio está baseada em uma palavra que Paulo fala aos coríntios “Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. I Coríntios 1:10)”, esse é o princípio, todos tenham um só pensamento, um só objetivo, uma só crença, um só parecer sobre tudo que for indagado. Igreja é o corpo de Cristo sobre a terra e não apenas alguns que se instituem e delegam como sabedores únicos da palavra. Glorifico a Deus por fazer parte do grupo dos que caminham para o alvo, sem soberba, indiferença ou egoísmo. Hoje a Igreja se tornou uma instituição intocável e inquestionável. Temos visto líderes que se consagram verdadeiros senhores da palavra, querem se colocar como o verdadeiro interprete da bíblia mais a seu modo, de forma que tudo o que pregam sempre favorece sua maneira de ver, agir e dirigir sua igreja, (eu disse: “sua igreja”). Hoje a igreja não é mais de Deus, de Cristo e muitas vezes nem o Espírito Santo é ao menos convidado para participar dela, a fé está sendo exposta de diversas formas menos a forma correta que é tê-lo como um consolador, aquele que nos dirigi segundo o caráter de Jesus Cristo.
Precisamos enfrentar esse movimento crescente da prosperidade desfreada, onde só o dinheiro e bênçãos materiais tem valor e sentido nas igrejas. Hoje não se vê como a 25 anos atrás a palavra viva e eficaz sendo pronunciada e difundida com tanta força e coragem. As pessoas hoje em dia não sabem mais discernir o que é graça, bênção ou simplesmente amor de Deus. Você sabe como Jesus era quando esteve na terra? Você imagina como Ele se desprendia das coisas materiais para ensinar e mostrar as espirituais? Jesus era um homem comum cheio do amor, da piedade, da compaixão e misericórdia do Pai por cada pessoa a quem se dirigia. Creio que estar na presença de Jesus era algo inédito, incomparável e indescritível, imagino um poder que o cercava capaz de levar milhares de pessoas a querer apenas ouvi-lo, estar perto dele. Jesus sempre gerou confiança, amizade, bondade, espírito de graça junto aos que o seguia.
O que vimos hoje é bem o contrário, passa-se a idéia que o Reino de Deus é mais bênção que dedicação a Sua adoração, hoje não se adora mais a Deus como a muito tempo atrás. Nos nossos dias as pessoas vão como que obrigadas a Igreja em busca de respostas do seu cotidiano e vida secular ao invés de ir buscar maturidade para enfrentar as adversidades da vida e enxergar de uma vez por todas, que desta vida nada iremos levar. Há prosperidade em cristo? Claro que sim, os que estão Nele e caminham ao seu lado experimentam de momentos sobrenaturais, esses são os que verdadeiramente o buscam em “Espírito e em Verdade”.
Amados precisamos imediatamente começar a divulgar para as pessoas o Amor de Deus, mensagens de sentimento pleno por parte do Pai. Deus está colocando em nossas mãos e diga-se de passagem, de poucos líderes sobre a terra, uma unção da Palavra Viva e Eficaz de Verdade, uma palavra que quando é ouvida ela surte efeito imediato, gera sede e fome de Justiça(amor de Deus), essa palavra é água para quem tem sede, ela é pura, não contaminada, traz saúde ao espírito e a alma; transforma corações vazios, inquietos, cheios de dúvidas e sem direção em verdadeiros mensageiros de Deus. O corpo de Cristo não para de avançar, mesmo com todas essas instituições que pregam mais filosofias humanas baseadas em trechos bíblicos que a verdadeira mensagem do evangelho.
Faça parte desse exército que cultiva o amor de Deus e planta nos corações dos aflitos, perdidos, injustiçados e cheios de vontade da presença de Cristo uma palavra que os coloque em pé para prosseguir. Jesus nos deixou muitas armas, muitas estratégias, e creia que sair pregando prosperidade financeira não é umas delas.
Avançaremos rumo à cruz vazia, porém é nela que foi consumada toda a sua história até que Jesus volte para nos resgatar.
Projeto Benção e Pregador Maurio Maciel. Adquira o livro "O PÚLPITO NÃO É FIM" ou convide o autor para estar levando uma palavra edificante ou realizando uma palestra em sua igreja, retiros, encontros ou eventos. Contato pelo e-mail:PR

 Palestrante2007@gmail.com

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Como fiz com Ezequiel, te tomo pela mão e digo: Profetiza!




“Veio sobre mim a mão do Senhor..” (Ezequiel 37:1)


No capítulo do livro de Ezequiel 37, o profeta é tomado pela mão do todo Poderoso e assim revela essa profecia totalmente espiritual referente a redenção da nação de Israel.
Pode até algumas vezes parecer que essa profecia pareça polêmica, porque algumas pessoas, por falta da busca de entendimento bíblico, mudam o sentido e a invertem completamente.
Algumas questões muito debatidas são:
O que Deus quis realmente dizer através da boca do profeta Ezequiel?
O que, ou quem são esses ossos secos?
Qual significado ou simbolismo da profecia?
Vamos tentar entender um pouco o verdadeiro significado dessa relevante profecia, e descobrir que ela é direcionada a um povo escolhido e separado. Creio que essa profecia em sua essência é direcionada aos verdadeiros filhos de Israel e que o Pai lhe dê entendimento.
“Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos…” (Ezequiel 37:1-2)
Deus proporcionou a Ezequiel a visão de um vale cheio de ossos. Esses ossos representavam pessoas, ou seja, o povo israelita.
O povo estava por um longo tempo paralisado como esqueletos, e devido ao extenso tempo naquela situação, se tornaram secos. Não havia sinais de vida neste povo. Deus mostrou que a morte que tomava conta de Israel não era morte física e sim morte espiritual. Em Ezequiel 37:3,4) diz: “ E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor, tu o sabes. Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR.” Deus diz a Ezequiel: “profetiza sobre esses ossos para que ouçam a minha palavra”. Podemos deduzir sem hesitar que os ossos não representam pessoas mortas fisicamente, e sim mortas espiritualmente. Ezequiel profetiza aos ossos, que instantaneamente começam a tomar forma, Deus compara as condições do seu povo com a dos mortos, os ossos secos no vale.
O povo de Israel morre espiritualmente quando eles se desviaram do Senhor e se inclinaram após outros deuses para os servirem. Salomão nos diz em (Provérbios 21:16)
“O homem que anda desviado do caminho do entendimento, na congregação dos MORTOS repousará.”
Israel se desviara do caminho do entendimento, rejeitando a palavra, a adoração e obediência a Deus, portanto agora eles estavam na congregação dos mortos. Espiritualmente falando, Israel se tornara, um povo morto, mas nós também podemos em determinado momento por não obedecer a palavra de Deus, perdemos a nossa identidade, e assim tornarmo-nos duas vezes mortos, ou assim como diz Ezequiel, “Estarmos sequíssimos”.
No livro do nosso irmão Mateus (8:21-22) diz:
“E outro dos seus discípulos lhe disse: Senhor, permite-me que eu vá primeiramente sepultar meu pai? Jesus respondeu-lhe: Segue-me e deixa aos mortos, sepultar os seus mortos.”
Jesus quis dizer, deixe os mortos(espiritualmente, afastados de Deus), sepultarem seus mortos(fisicamente). Até quando iremos permanecer mortos espiritualmente? No livro de (Isaías 65:2-4) diz: “Estendi as minhas mãos todo o dia a um povo rebelde, que caminha por caminho que não é bom, após os seus pensamentos. Povo que me irrita diante da minha face de continuo, sacrificando em jardins e queimando incenso sobre tijolos. Assentando-se junto as sepulturas, e passando as noites junto aos lugares secretos; comendo carne de porco, e caldo de coisas abomináveis nos seus vasos.”
Deus disse que Israel está morto, Ele declara que eles permanecem entre as sepulturas. O que há na sepultura? PESSOAS MORTAS. O povo se recusa a ouvir as palavras do Pai, mas preste atenção, observe o que ele disse no verso 3, “o povo provocou o Senhor continuadamente a ira”. Deus sabia previamente que o povo não ia ouvir a sua palavra, por isso é que Ele teve que despertar o povo agindo ao seu modo. No livro de (Ezequiel versos 5-8) diz: “Assim diz o Senhor a estes ossos: Eis que farei entrar em vós espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós, farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito e vivereis; e sabereis que eu sou o Senhor” verso (7):
“Então profetizei como se me deu ordem, e houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um reboliço, e os ossos se ajuntaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.”
Deus ordena a Ezequiel para que profetize sobre os ossos secos, e Ezequiel fez como ele ordenou. A palavra de Deus diz que os ossos ouviram a voz de Ezequiel e se tornaram carne, mas mesmo assim permaneceram mortos. É fato meu amado, os ossos ouviram as palavras do Senhor, se moveram e se assombraram um pouco. O que isso quer dizer? Significa que a nós foi revelado quem somos, os israelitas bíblicos, o povo escolhido, somos remanescentes do Pai, Maravilha!!!
Como é extraordinário ouvir isso, nosso espírito sente o grande desejo de aprender ainda mais sobre a palavra, e encontrar o caminho glorioso para o encontro com Jesus. Porem também ao mesmo tempo nossa alma se recusa a entregar-se a Ele por completo. Muitos hoje creem estarem vivos, mas na verdade continuam mortos. Não queremos muitas vezes ouvir adiante o que Deus ainda tem a nos dizer. Dessa forma continuamos com o desejo de continuar servindo a nossa alma, pensamentos, falsas doutrinas e ídolos que criamos ao longo de nossa vida. É hora de despertar! No verso (9), o profeta Ezequiel diz:
“E ele me disse: profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: assim diz o Senhor, Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre esses mortos, para que vivam.”
Novamente Deus ordenou a Ezequiel profetizar, mas desta vez não sobre os ossos secos, e sim para os quatro ventos. O Senhor disse que esses quatro ventos iriam soprar sobre esses mortos e que eles receberiam vida. Que coisa notável, sobrenatural! O que será que há de tão especial nesses 4 ventos? que faz com que os mortos recebam vida?
Uma coisa é certa que ao profetizar que o espírito soprasse sobre os ossos para que vivessem, isso realmente aconteceu, foi fato. Entrou vida nos ossos, eles viveram e se puseram de pé, formando um grande exército. E assim disse Deus: esses ossos são toda a casa de Israel. E Deus continua usando o profeta e ordena que profetize dizendo nos versos (12-14)
“Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.”
Quando Jesus promete no livro (João 14:16) “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós”, ele nos abre as portas para conhecermos a Deus e termos acesso direto ao Pai através de Cristo, pois só há um mediador entre Deus e o homem, Jesus Cristo homem, o qual a si mesmo se deu em resgate por todos, como está escrito em (I Timóteo 2:5,6ª).
“Amados há muitas pessoas que se encontram mortas espiritualmente sobre a terra, muitas se encontram em sepulcros de pensamentos, ideias, falsas doutrinas mais humana que revelada pelo espírito de Deus, e crenças infundadas, porém Deus ama a todos, é nos ordena a profetizar sobre essas vidas.”
O Deus de hoje nos pergunta: Podem milhares de pessoas sobre a terra serem salvas? O que lhe responderemos? Se sua resposta for sim, comece a profetizar, falar de Jesus, levar as boas novas aqueles que necessitam de salvação, de serem cheios do Espírito de Deus. Somos como Ezequiel profetizando sobre o povo de Israel, hoje fazemos parte do Israel do Pai, hoje precisamos pregar Jesus que é a luz do mundo. Como está escrito
“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar?” (Mateus 5:13ª)
Vamos falar daquele que nos tirou das trevas, como diz em (I Pedro 2:9) “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;”. Tente entender essa palavra meu irmão, você que está em Cristo faz parte de uma geração eleita, sacerdote real, faz parte de uma nação santa, foi adquirido por Cristo para anunciar o poder do Pai por meio de Jesus Cristo. Comece a olhar para o vale que se encontra ao seu redor, busque enxergar os ossos secos sem vida que estão em seu caminho, então profetize, vida, fale daquele que foi anunciado pelos profetas e que hoje é o único Profeta Vivo e Eterno amém, nosso Senhor e salvador Jesus Cristo.
Está escrito em (João 1:29) “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.”
Meu irmão, não há outro profeta, outro cordeiro a que importa ser pregado e revelado aqueles que não conhecem a salvação, pois só Jesus pode livrar alguém da condenação eterna e dar a vida eterna, E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado (Marcos 16:15-16), foi Jesus quem disse, e Ele também Disse: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
Profetizo em sua vida que Deus faça como fez como Ezequiel, te pegue pela mão e te leve pelas ruas, casas, igrejas, cidades e até países para que profetize salvação sobre o imenso vale de ossos secos que se encontra sobre esse mundo. Deus te abençoe, e que nunca falte o óleo sobre sua cabeça e suas vestes estejam sempre brancas na presença de Cristo e do nosso Deus.
Com amor do Pai e Cristo Jesus, Pregador Maurio Maciel.